(11) 3044-2557 | (11) 96012-2871 (WhatsApp) contato@pbsf.com.br

PBSF CONSULTING

Uso de Tecnologia e Inteligência na Aplicação de Protocolos Internacionalmente Validados em Pediatria

Sobre a PBSF – Protecting Brains & Saving Futures

Empresa formada há mais de 4 anos por um grupo de especialistas que visa difundir, facilitar e aplicar protocolos e metodologias internacionalmente validados na área de pediatria.

Racional deste Trabalho

 

Trabalhar com criação de protocolos de reinserção escolar.

protocolos de reinserção escolar

Protocolos de reinserção escolar

Trabalhar com criação de protocolos de reinserção escolar que promovam a saúde geral de crianças, adolescentes, funcionários e comunidades e se baseiem nas evidências disponíveis.

As escolas são fundamentais

As escolas são Fundamentais

O desenvolvimento e o bem estar de crianças e adolescentes, fornecendo instrução acadêmica, habilidades sociais e emocionais, segurança, nutrição confiável, terapia física / de fala e de saúde mental e oportunidades de atividade física, entre outros benefícios.

impacto diferencial do SARS CoV 2

Impacto diferencial do SARS CoV 2

Como tal, é fundamental refletir sobre o impacto diferencial do SARS CoV 2 e o fechamento de escolas associadas em diferentes raças, populações étnicas e vulneráveis.

o entendimento nacional

O entendimento nacional

Essas recomendações são fornecidas, reconhecendo que o entendimento nacional e da pandemia de SARS CoV 2 está mudando rapidamente.

Os princípios chave para Políticas de Reinserção Escolar

N

Ser flexíveis e ágeis

Na resposta a novas informações. Os administradores devem estar dispostos a refinar as abordagens quando políticas específicas não estiverem funcionando;

N

Desenvolver estratégias

 Que possam ser revisadas e adaptadas, dependendo do nível de transmissão viral na escola e em toda a comunidade;

N

As políticas devem ser práticas

Viáveis e apropriadas para o estágio de desenvolvimento de crianças e adolescentes

N

Devem ser feitas considerações especiais

 Para explicar a diversidade de ações com o objetivo de garantir segurança ao voltar à escola;

N

Nenhuma criança - adolescente deve ser excluído da escola

A menos que seja necessário para cumprir os mandatos locais de saúde pública ou devido a necessidades médicas específicas.

N

As políticas escolares

Devem ser orientadas pelo apoio à saúde e bem estar geral de todas as crianças, adolescentes, suas famílias
e comunidades. Essas políticas devem ser comunicadas de forma
consistente.

ESCOPO DO TRABALHO

a) Orientações básicas de higiene, controle e prevenção de infecção:

► Realizar Cartilha de Orientação e Palestras que incluam informações
básicas como:

  • Formas de contágio e importância de lavar as mãos, cuidado com troca de fluidos.
    Uso de álcool gel, como e onde.
    Uso de equipamentos de medição de temperatura?
  • Como fazer triagem de casos suspeitos?

b) Orientação e recomendações acerca de:

► Medidas de Barreira:
Crianças maiores de 2 anos devem usar máscaras, como usar, orientar
o que fazer e como mexer na máscara;
Orientar funcionários sobre os diversos métodos de barreira.

Orientar distanciamento físico, como e quando fazer (irá depender de cada faixa etária).

  • Qual número de crianças deverá estar na sala e em qual período?
  • Educação Infantil
  • Ensino Fundamental I
  • Ensino Fundamental II
  • Ensino Médio
  • Ensino Superior

c) Orientação e recomendações acerca de:

► Dimensionamento da circulação das pessoas;
► Orientação para funcionários não docentes, o que é possível manter home office, o que não é;
► Testagem laboratorial:

  • Qual contexto? Devemos testar todo mundo? Qual a periodicidade?
  • O que fazer com sintomáticos, confirmados, suspeitos?
  • Isolamento? Quando e de que forma?

d) Orientação e recomendações acerca de:

► Cuidado com Saúde mental do corpo docente e discente.

► Recomendações de acordo com cada escola e cada faixa etária (avaliação individualizada)

a) Relatórios periódicos (semanais, quinzenais ou mensais) sobre status de distanciamento, uso de máscaras, alunos e funcionários sintomáticos ou infectados.

b) Consultoria:

► Avaliação periódica para acompanhar o status da escola:

  • Número de alunos sintomáticos, testados, confirmados;
  • O que fazer se houver um caso confirmado nos alunos?
    O que fazer se houver um surto com os alunos?
  • O que fazer com os funcionários caso apresentem a doença?

► Pacote de horas de acesso mensal com nossos profissionais para discutir situação epidemiológica de casos de alunos ou funcionários.

► Ofertar apoio a funcionários (questões relacionais a infectologia e saúde mental).

MODELOS DE CONTRATAÇÃO

1) avaliação transversal, palestras e cartilha de recomendações
2) Acompanhamento e consultoria longitudinal
3) Telemedicina

Contate-nos

ligue

(11) 3044-2557

E-MAIL

contato@pbsf.com.br

escritório

Av. Nove de Julho, 3229 – 13º Andar / sala 1301

Jardim Paulista

CEP 04551-010

FALE COM A PBSF

11 + 8 =

x

10th McGill Neonatal Conference

MAY 26th and 27th | Register below!

    If you need further assistance, please do not hesitate to contact us at (514) 412-4452






    Occupation area?


    Would you like to receive newsletters from PBSF in the future?

    How did you know about this conference?

    Select option

    x

    10th McGill Neonatal Conference

    26 e 27 DE MAIO | Registre-se gratuitamente!




      ESTADO (selecione abaixo):


      Área de atuação?

      Sua profissão/Cargo?

      Como você ficou sabendo?

      Selecione opção

      Gostaria de receber notícias e atualizações sobre cursos no futuro?